Ontologias

Setembro 21, 2008

Evolucionismo versus Criacionismo …

Filed under: Leituras & Reflexões,Perspectivas — enfermped @ 9:31 am

As duas imagens correspondem a duas visões diferentes da evolução humana defendidas pelo Evolucionismo (1.ª) e pelo Criacionismo (2.ª).

O mais assustador nesta 2.ª é a referência à informática, como evolução desfavorável ao Homem (inforfobia?), como se o Homem tivesse sofrido um retrocesso na sua evolução.

[….]”Actualmente “a hostilidade à ciência e ao secularismo é notória um pouco por todo o mundo, como denota, por exemplo, o aumento da ameaça criacionista em todo o mundo civilizado.

Esta ameaça criacionista que muitos tentam minimizar é real e não está restrita aos Estados Unidos, como indica a recente demissão de Michael Reiss da direcção do Departamento de Educação da Royal Society.

Não é apenas o criacionismo cristão que toma fôlego, como a censura na Turquia da página de Richard Dawkins confirma. De facto, um tribunal turco deu recentemente razão à queixa do autor do Tijolo Criacionista de que o britânico o teria «insultado» quando analisou o livro. A crítica de Dawkins de que estava «at loss to reconcile the expensive and glossy production values of this book with the breathtaking inanity of the content» foi considerada pelo 2ª tribunal da paz de Istambul uma «violação» da personalidade de Adnan Oktar (que penso estar ainda na prisão devido ao escândalo sexual que abalou a Turquia há quase 10 anos, foi arquivado e recuperado apenas este ano).

Esta censura criacionista ao ciberespaço não é inédita: a seita que desde 1998 ataca e ameaça académicos turcos que ensinam evolucionismo nas suas aulas, conseguiu bloquear o WordPress e o Google Groups na Turquia, para além de ter censurado uma série de sites de notícias deste país.[….]”

in Rerum Natura

Quem quiser saber mais acerca destas temáticas poderá aceder ao Plano de Sessões 3º Ciclo das Conversas na Aldeia Global na Biblioteca Municipal de Oeiras:

A Ciência Não Morde

Setembro: Quinta-feira, 25 de Setembro, 21h30
Os livros que mudaram a ciência
– Nuno Crato e Carlos Fiolhais

Outubro: Quinta-feira, 23 de Outubro, 21h30
Evolucionismo vs Criacionismo
– Ludwig Kripahl e Jónatas Machado

Novembro: Quinta-feira, 20 de Novembro, 21h30
Interacções Arte e Ciência
– João Caraça e Olga Pombo

Dezembro: Quinta-feira, 11 de Dezembro, 21h30
A Pós-modernidade na Ciência e Sociedade
– Boaventura Sousa Santos e Jorge Dias de Deus

Nota explicativa sobre o projecto “Conversas na Aldeia Global”

Informação recebida da Câmara Municipal de Oeiras

R.S.

Anúncios

1 Comentário »

  1. Nada não cria. Do nada não sai nada, pois o nada é nada, nada tem, e o nada não tem peso porque o nada é absolutamente nada e dizer que o nada é constituído por antimatéria é aberração mental, pois antimatéria é nada visto que matéria tem peso, é consistente e por isso mesmo constituída por átomos e antimatéria é o contrário, antimatéria é o inverso da matéria da existência da matéria, portanto é nada, nada há, somente um enorme nada, ou melhor, nada mesmo porque nem tamanho o nada tem e dizer que há nada é um grande desconhecimento do nada pois simplesmente no nada não há nada e isso é muito simples de entender, haja vista que nada é nada. Nada é coisa nenhuma, ou não é coisa nenhuma porque nada não é coisa alguma, ou é a negação da existência, a não-existência; o que não existe; o vazio e se pensarmos bem pensado, nem vazio é pois o nada nada é.

    Comentar por Charles a. weber filho. — Maio 2, 2012 @ 4:21 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: