Ontologias

Março 8, 2009

A espiral do silêncio [4]

Filed under: Perspectivas — alexandre sousa @ 9:29 am

mondragon1 Hoje, aponto para Mondragón. Porque é «zulo» de uma das chaves mais significativas do conflito de soberania que afecta o Estado Espanhol, porque aí reside uma das concentrações mais importantes da «inteligência» Ibérica e, no entanto, oficialmente terá cerca de 18000 votantes. Fazendo apelo a Orwell, diremos que todos os votantes são iguais, mas uns são mais iguais que outros.
A análise do sociólogo, etnográfica que seja, não faz a mesma leitura do politólogo ou do jornalista de serviço. O sociólogo, frequentador assíduo da « herriko taberna» onde reina a aguila da ETA, sabe que dos 11675 votos expressos nas urnas, 1921 destes, obedeciam expressamente a um ditame proetarra e 2314 significavam variações em Ré Menor da izquierda abertzale.
Assim sendo, baralhando e tornando a dar, teremos:

● PNV (conservadores nacionalistas) [28,69%]
● PSE (socialistas Euskadi) [25,94%]
● HB (izquierda abertzale) [36,27%]
● PP (conservadores espanhóis) [ 7,25%]

Com este bolo, percebe-se que volta meia volta, no País Basco gira tudo em torno do meio por meio. Metade é nacionalista e outra metade é contra.
De nada vale para a direcção do PNV os antecedentes em toda a Espanha e a nível europeu, sobre o funcionamento da democracia representativa, no sentido de que são as maiorias, e não as essências pátrias, as que designam os Governos.
Para os não-nacionalistas, a vida está difícil, já que cometem a transgressão de se propor governar, contando com uma maioria no Parlamento, ignorando que em Euskadi o poder é património dos autênticos bascos. Isto não é só palavras.

Sejamos sucintos; o modelo económico de desenvolvimento do Euskadi não é igual ao da Catalunha, muito menos parecido com o da região de Madrid.
Observemos só, sem comentários esta notícia local:
«En lo referente a I+D, el esfuerzo inversor ha sido enorme, con la creación de diversos centros de innovación especializados en sectores de actividad concretos, que están diseñando nuevos productos y servicios y mejorando los actuales, para atender a una demanda con alto valor añadido. Además, se están realizando los estudios de prospección necesarios para incorporar nuevas cooperativas a los pocos sectores de actividad en los que el cooperativismo vasco aún no está presente.»
……. 2009, presidente de la Confederación de Cooperativas de Euskadi

Quase tudo isto é comandado a partir de Mondragón, não só a maior cooperativa basca mas também o maior centro de investigação e desenvolvimento de novos produtos.
Os empresários são em si mesmos conservadores e adoram a estabilidade, também a política lhes corre nas veias e oh! como corre. Nunca morreram de amores por saltos e sobressaltos. Se é verdade que a ETA tem pesado bastante nos seus balanços económicos e financeiros ao longo dos últimos 30 anos de história, também não lhes agrada o facto de viverem em frentismo político. A central patronal Confebask rechaçou frontalmente os blocos e fez do “consenso” a sua palavra favorita.
Depois, depois temos o reverso da moeda.
Uma boa parte – não desprezável – da sociedade basca, comporta-se segundo a atitude do perfeito céptico, colocando-se de fora, inteiramente, de todo o domínio do diálogo, e pedindo de lá dessa posição externa que nos forcem a reentrar para a procura da solução política e social, exigem aí o que é impossível, e tal cepticismo não poderá ser refutado, muito menos aproximado. Toda a refutação do separatismo – do qual o terrorismo é braço armado – terá de partir, com efeito, de algum pedaço redondo ou poligonal em que estejam de acordo os que disputam a «verdade única».

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: